Casa Transitória

A CASA TRANSITÓRIA FABIANO

 

A Casa Transitória tem como proposta acolher qualquer pessoa que se encontre em situação de rua, proporcionando-lhe o suprimento de suas necessidades básicas diárias, tais como alimentação e higiene, além de atendimento social, psicológico e de terapia ocupacional. Promover também atividades socioeducativas e culturais e ainda oferecer cursos de qualificação profissional, um espaço de integração social para o seu público.

Missão

Oferecer atendimento integral que garanta condições mínimas de convívio, endereço de referência para indivíduos ou grupo familiar em situação de rua e promover a construção conjunta de seu processo de saída das ruas.

Visão

Ser referência nacional pela excelência no atendimento a indivíduos e famílias em situação de rua, apoiando-os no resgate de sua identidade, no restabelecimento do vínculo familiar e/ou na sua reinserção na sociedade.

 

Objetivo Geral

  • Acolher de forma qualificada e personalizada a pessoa ou grupo familiar em situação de rua, promovendo a construção conjunta do seu processo de saída das ruas, com dignidade e respeito a sua vontade e nível de autonomia;

 

Objetivos Específicos

  • Oferecer ambiente favorável com instalações físicas seguras e acolhimento;

  • Desenvolver condições para a independência e o autocuidado;

  • Preparar os usuários para o alcance do auto sustentação;

  • Promover o restabelecimento de vínculos comunitários, familiares e/ou sociais;

  • Articular a rede de serviços e demais políticas públicas setoriais;

  • Promover a qualificação e requalificação profissional com vistas à inclusão produtiva;

  • Estimular o surgimento e o desenvolvimento de aptidões, capacidades e oportunidades para que os indivíduos façam escolhas com autonomia;

  • Proporcionar o acesso a programações culturais de lazer e ocupacionais internas e externas, relacionando-as a interesses, vivência, desejos e possibilidades do usuário;

  • Proteger os usuários, preservando suas condições de autonomia e independência

 

Atualmente, a Clínica da Família do Méier, situada á Rua Rio Grande do Sul, nas proximidades do Jardim, tem cadastrado em torno de 100 (cem) moradores de rua, aos quais presta assistência permanente, que tem como referência de local de moradia o Jardim do Méier, sem contar os itinerantes, que aumenta a cada dia.

 

Espaço Físico

 

A Casa Transitória situa-se na Rua Vinte e Quatro de maio, nº 911, no Bairro do Engenho Novo. Trata-se de um bairro estagnado economicamente, pois sofre da falta de investimentos na área. A paisagem é degradada e a violência se deve às muitas favelas presentes na região.

Neste contexto, a Casa terá como público alvo não só moradores em situação de rua, seu principal alvo, mas também aqueles de vulnerabilidade socioeconômica baixa, dessas Comunidades.

 

Desenvolvimento

 

Desde 2014 são desenvolvidas ações para moradores de rua, pela Casa Social de Cáritas. As abordagens são realizadas diretamente na rua e pela procura espontânea desses moradores a Casa Social, por comida, roupas, etc. Anualmente é realizado o “Natal Solidário”, um evento que acontece no Jardim do Méier para esta população, por ocasião das festas natalinas. Com o crescimento dessas ações e o entendimento das demandas da população em situação de rua, surgiu o desejo de ampliar e promover condições de forma mais personalizada e efetiva a esse morador, contribuindo para sua reinserção social.

 

A Casa Transitória contará com uma estrutura física de um prédio de 04 andares, divididos em salas e banheiros, que passará por uma obra de adequação e firmará parcerias com diversas instituições públicas e privadas, de modo a alcançar seus objetivos sociais.

Com uma equipe de profissionais permanente, outros contratados por atividades e estagiários em diversas áreas, o seu funcionamento será de segunda á sexta-feira, das 08h às 17h.

Os moradores de rua serão acolhidos e cadastrados pelo Serviço Social, de modo a serem identificadas suas necessidades e demandas. Esse acolhimento se dará tanto pela abordagem por profissionais e voluntários na rua, como já acontece e encaminhados à Casa Transitória, quanto pela procura espontânea. A partir da entrevista e avaliação do Serviço Social serão traçadas as metas, sugeridas ações e encaminhamentos individuais.

Diariamente serão oferecidos Café da Manhã e Almoço, inicialmente para até 50 (cinquenta) pessoas. Ainda contarão com doação de roupas e sua higienização, como o banho e etc.

  • Ícone do Facebook Cinza
  • Ícone do Instagram Cinza

© 2019 por Casa Social de Caritas. Orgulhosamente criado com Casa Transitória

JUNTE-SE À CASA TRANSITÓRIA : 

BANNER1.PNG